A cervejaria brasileira mais premiada em um dos mais importantes concursos do mundo!

Sim! Novas medalhas desembarcaram em Jaragu√° (e essas tem um peso especial pra gente), vindas diretamente da edi√ß√£o 2022 do Brussels Beer Challenge. O Brussels √© um dos mais importantes concursos cervejeiros do mundo, ocorre anualmente em diversas cidades da B√©lgica e re√ļne ju√≠zes avaliadores do mundo todo para avaliar amostras de cervejas que chegam dos quatro cantos do globo. Para a edi√ß√£o de 2022 foram enviadas mais de 1800 cervejas de 41 pa√≠ses diferentes.

Enviamos para B√©lgica algumas amostras de algumas das cervejas mais queridinhas aqui e, para nossa surpresa, voltamos com 3 fucking medalhas! Com isso a Stannis foi a cervejaria brasileira mais premiada no concurso! S√©rio, n√£o d√° para descrever aqui a alegria e a import√Ęncia que essa conquista tem pra gente ent√£o, por hora, vamos elencar para voc√™s quais foram as premiadas da vez:

ūü•á Red S√∂nja (Irish Red Ale): Medalha de ouro
ūü•á Black Dandara (Black India Pale Ale): Medalha de ouro
ūü•ą Ororo Dunkel (Munich Dunkel): Medalha de prata


medalhasd8382cd6d0d9973e.png

Legenda: medalhas ganhas no Brussels Beer Challenge. Essas tem um gostinho diferente.



DEDICADO A ELAS

Talvez você não tenha percebido, mas aqui na Stannis praticamente todas as cervejas levam o nome de mulheres, cada uma com um espacinho especial em nosso coração, com uma história envolvendo a marca ou por um feito especial.

Red S√∂nja, nossa Irish Red Ale, caracterizada por seu corpo avermelhado intenso, com aroma maltado que proporciona dul√ßor inicial e final torrado seco. Seu IBU 16 e 5% de teor alco√≥lico traz toda a qualidade do l√ļpulo tcheco Saaz. O que voc√™ vai sentir quando experimentar? A mesma coragem tomando conta do seu corpo, como a hero√≠na Red S√∂nja sentiu ao abra√ßar o seu destino.

Red S√∂nja √© uma cerveja de peso, representando a grande guerreira dos quadrinhos de Conan - O B√°rbaro. √Č a nossa fonte de inspira√ß√£o para enfrentar os obst√°culos da vida com garra, tamb√©m √© a primeira cerveja que produzimos e foi a partir do primeiro gole que Jorge e Denis sentiram a for√ßa e determina√ß√£o para dar continuidade a Stannis.

red

Legenda: Red Sönja foi a nossa primeira cerveja produzida industrialmente. Ela representa a personagem Sönja dos quadrinhos de Conan, O Bárbaro.

Black Dandara √© uma cerveja com equil√≠brio orientado ao l√ļpulo e as caracter√≠sticas de sabor de uma American IPA, s√≥ que de cor mais escura - mas sem apresentar sabores fortemente torrados ou queimados. O sabor de maltes mais escuros √© suave e de apoio, n√£o um componente de sabor de destaque. A drinkability √© uma caracter√≠stica chave.

Com um teor alcoólico de 6,0% e amargor de 60 IBU, homenageia Dandara, uma mulher negra, que infelizmente tem sua história constantemente apagada pelo machismo e racismo estrutural na sociedade brasileira. Por muitas vezes somente no mês de novembro, lembramos do nome de seu marido, Zumbi dos Palmares, porém Dandara foi e sempre será uma mulher revolucionária, que lutou com os quilombolas para a libertação do seu povo escravizado durante 4 séculos no Brasil.

Ela teve papel fundamental dentro do Quilombo de Palmares na organização e comando do exército palmarino, guiada pelo ideal de liberdade, foi contrária ao tratado de paz proposto pelo Governo Português, Dandara sabia que esse acordo era um caminho sem volta para a escravidão, sendo assim não se vendeu em troca de uma liberdade incompleta.

dandara

Legenda: Black Dandara é uma cerveja do estilo Black Ipa, ainda não lançada comercialmente pela Stannis.

Já a Stannis Ororo Dunkel é a leveza da escuridão que transforma tudo ao seu redor como a força da super-heroína Tempestade. Ao visualizar seu caneco enchendo com essa cerveja, você será tomado pelo marcante corpo escuro fora do comum e sua espuma densa que exerce muito bem o seu papel de guardião da temperatura.

Assim como o estilo Munich Dunkel desbravou oceanos e conquistou terras desconhecidas no novo mundo, a cerveja Ororo Dunkel explora todos os sentidos de liberdade que uma cerveja escura pede. Com notas aromáticas diretas, excêntricas com certo toque maltado adocicado, que lembra a casca de pão recém-assado em forno a lenha, tostado e toffee com sensação suave na boca.

O equil√≠brio perfeito entre l√ļpulos e os quatro maltes que v√£o em sua receita, resultou em 5,6% de teor alco√≥lico, 20 de IBU e uma cerveja f√°cil de beber e combina muito bem at√© em dias mais quentes.

ororo

Legenda: quarta medalha da nossa Ororo Dunkel, uma Munich Dunkel que quebra muitos preconceitos de quem acha que cerveja escura é difícil de tomar.


GOSTINHO ESPECIAL

L√° no come√ßo do texto a gente disse que essa conquista tem um gostinho especial. Por que? Explico. A B√©lgica √© o pa√≠s que a cerveja √© mais levada a s√©rio. A escola belga √© uma refer√™ncia mundial e integra o hall das mais importantes e relevantes (junto com a alem√£, inglesa e americana) e produz cervejas com praticamente tudo.Tem cerveja de trigo, de aveia, de cevada, com muito √°lcool, com pouco √°lcool, com fermenta√ß√£o natural, fermenta√ß√£o espont√Ęnea, fermenta√ß√£o selvagem, com fruta, sem fruta, com cascas, temperos e muito mais, tudo isso caracterizou a escola belga como uma das mais criativas do mundo (em dicotomia da escola alem√£ de cervejas, por exemplo).

Mas não é por isso. O motivo real para essa conquista ser um pouquinho mais doce pra gente é que nós aqui da Stannis temos na escola belga uma referência produtiva. Nossa produção cervejeira é alinhada com essa escola e nós prezamos muito pelos nossos rótulos dessa linha, tá aí a Gold Amélia, Scarlet Flanders, Wild Wanda, Rouge Nammu, St. Cecília e tantas outras da nossa carta de cervejas que não me deixa mentir.

Ser reconhecido dentro da B√©lgica, pela qualidade em cervejas com √™nfase na escola belga, com todas as op√ß√Ķes de cervejarias tradicionais do estilo (e refer√™ncias mundiais dentro deles), pra gente √© praticamente como ganhar uma copa do mundo de futebol na Argentina, ganhando do time da casa na final. Elite.


DE VOLTA PRA ESCOLA

Quando falamos em escola, na verdade estamos falando do conjunto de especifica√ß√Ķes que determinam alguns estilos de cerveja e que s√£o comuns nas cervejas de determinada regi√£o. Se tivermos v√°rios estilos de cerveja, e estes estilos compartilharem caracter√≠sticas em comum, uma escola cervejeira come√ßa a se formar.

Mas esta escola não nasce do nada, geralmente ela é naturalmente moldada pela região, clima, agricultura ou período histórico em que as cervejas são produzidas. Não é simplesmente uma convenção (mas poderia ser também, nada impede).

No caso específico da Belga, sua complexidade em gostos e aromas, reflete a crença e o folclore, aliado à uma dose cavalar de criatividade pós moderna de uma região que cultiva a cerveja há mais de 5000 anos. A escola belga é uma das mais incríveis que há. Mas isto deixamos para um próximo post, por hora encerramos por aqui.

Mais do que uma simples medalha, a gente comemora a coroação de uma pequena cervejaria artesanal figurando entre gigantes do mesmo segmento. Essa conquista coloca não só a Stannis no mapa do mundo como referência na produção, mas também Jaraguá do Sul, a cidade que a gente tanto ama representar nos concursos que a gente participa. Essa conquista não é nossa mas de toda uma cidade.